O Acre registrou 25 homicídios em março deste ano. Comparado ao mesmo período no ano passado, quando, segundo o Ministério Público do Acre, foram registradas 27 mortes violentas no estado, houve redução de 7,41% no número de casos.

Com a chegada do coronavírus (Covid-19) no Acre, em março, exigindo a adoção de medidas como o isolamento social e fechamento de lojas, a circulação de pessoas nas ruas diminuiu, porém, a ação de criminosos continuou e a violência segue assustando a população.

Somando com os números de março, ao todo, o estado já registrou 95 mortes violentas, em apenas três meses. No mesmo período no ano passado foram 86 homicídios registrados, segundo Observatório de Análise Criminal do MPAC. O aumento é de 10,47%.

Ainda é possível observar que os últimos dois meses foram “tranquilos”, quando os números são comparados a janeiro, que registrou o total de 47 homicídios e é considerado o mês mais violento deste ano, até o momento.

Os casos

Dos 23 homicídios de março, ao menos 5 foram motivados pela guerra entre facções, segundo apurou o Alerta Acre. Entretanto, ocorreram várias tentativas de homicídio pela disputa entre organizações criminosas.

O estado também registrou um feminicídio em março. Katiane Andrade de Lima, de 23 anos, foi morta na noite do dia 25, após discutir com o marido, na invasão do Caladinho, em Rio Branco. O homem assassinou a esposa com três facadas. Ele foi preso no dia seguinte.

O Alerta Acre apurou ainda que, em março, seis pessoas morreram durante confrontos com a polícia na capital e no interior do estado. Além disso, ao todo, oito mortes violentas foram registradas no interior do Acre.

Todos os casos do terceiro mês deste ano, como os de meses anteriores, ainda estão sendo investigados pelas delegacias de Polícia Civil de cada município. Na capital, as investigações são realizadas pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

As vítimas

Como em janeiro e fevereiro, confira a lista com o nome das vítimas de março. Os dados foram extraídos das matérias publicadas no site durante o mês. Confira todas clicando AQUI.

(Foto: Levantamento Alerta Acre)