O monitorado por tornozeleira eletrônica Thiago Barbosa Urbano foi morto e o seu comparsa, Erick Kauffmann, ficou ferido, após a dupla trocar tiros com a Polícia Militar, na tarde deste sábado (28), no Residencial Laélia Alcântara, região do Calafate, em Rio Branco.

Segundo informações da polícia, uma guarnição estava em patrulhamento pela região, quando se depararam com dois homens em uma moto efetuando vários disparos contra uma pessoa, na Rua Osvaldo Miranda. Ao perceber a presença da polícia, o garupa da moto começou a atirar contra os policiais militares, que prontamente revidaram.

Na troca de tiros, Thiago morreu ao ser atingido com dois projéteis, sendo que um no peito e outro na perna. Já Erick foi alvejado no pé. A viatura da Polícia Militar ainda chegou a ser atingida por dois disparos.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi acionado, mas quando os socorristas chegaram no local, só puderam constatar que Thiago já estava sem vida, e levaram Erick ao pronto-socorro de Rio Branco, em estado de saúde estável.

A área foi isolada para os trabalhos da perícia. O corpo de Thiago foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), onde serão realizados os devidos exames cadavéricos. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).