Foto: Divulgação

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), prendeu neste sábado, 29, dois homens envolvidos na morte de Jordan Israel da Silva, de 31 anos. O crime ocorreu na madrugada do dia 3 de novembro de 2018, no Ramal da Usina, região do bairro Belo Jardim 3, em Rio Branco.

Segundo a assessoria de comunicação da DHPP, Jordan era suspeito de ter matado o jovem Lucas Albuquerque, de 20 anos, em uma briga de bar na região. As investigações demonstraram que algumas pessoas foram à casa da vítima com o intuito de vingar a morte de Lucas. Os autores mataram Jordan e incendiaram a residência com o corpo dentro.

O cadáver foi encontrado somente no outro dia pelo Corpo de Bombeiros. Os investigadores identificaram vários suspeitos na época do crime, e buscaram elementos de prova para que a autoridade policial pudesse representar pelas prisões dos envolvidos.

(Foto: Divulgação)

Na manhã deste sábado, 483 dias após o ocorrido, os investigadores conseguiram localizar e prender os dois homens que efetuaram esse crime. Eles estavam escondidos no Ramal da Usina e por vários meses mudaram de endereço na tentativa de fugir das investigações. Porém, não tiveram sorte dessa vez.

Após o cumprimento do mandado de prisão, eles serão levados ao Poder Judiciário para responder pelos crimes de homicídio qualificado e organização criminosa.