O acompanhante de uma paciente, que pediu para não se identificado, denunciou que parte dos leitos da Maternidade Barbará Heliodora, em Rio Branco, estão sem ar-condicionado ou ventiladores, na noite desta quinta-feira (26).

Segundo o homem, a esposa dele não estava suportando o calor que fazia na sala, pois o ar-condicionado está com defeito e o local não possui nenhum ventilador. A única solução era abrir as janelas, que acabaram tendo que fechadas pois vários funcionários e outros acompanhantes vão para ala externa fumar, e a fumaça acaba entrando onde as grávidas aguardam para entrar no trabalho de parto.

Ainda segundo o denunciante, é um descaso e falta de humildade essa situação. Ele disse que procurou a administração da maternidade, mas só conseguirá ter uma resposta na sexta-feira (27), pois nesta quinta (26), ninguém da direção estava na unidade de saúde..

O acompanhante relatou ainda que no leito há um bebê que saiu hoje da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e que está na mesma situação que os pais e os outros pacientes no local.

A reportagem entrou em contato com a direção da maternidade, que emitiu uma nota explicando o ocorrido. Confira abaixo:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio da administração da Maternidade Bárbara Heliodora, informa que os bebês que, eventualmente, deixam a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), são transferidos para as enfermarias chamadas de Canguru.

Informa ainda que em uma delas, a climatização está funcionando normalmente, enquanto que em outras três enfermarias – uma do tipo Canguru e duas normais –, o sistema de climatização passará por reparos já nos próximos dias.

Com relação a fumantes, a informação de que servidores estariam fazendo uso de cigarros próximos de pacientes não é verdadeira.

Os servidores da Maternidade Bárbara Heliodora têm como prática interpelar eventuais fumantes, sejam pacientes, sejam acompanhantes, orientando-os para que não utilizem as áreas internas do hospital para esse tipo de hábito. Desse modo, assegura-se a saúde dos bebês e de suas mães.

Rio Branco, AC, 27 de fevereiro de 2020.

Cleber Cardoso da Mota
Gerente-administrativo da Maternidade Bárbara Heliodora