(Foto: Ponta do Abunã)

Lidiane Correa Lima, de 40 anos, morreu depois de ser atropelada por um ônibus ao sair da balsa do rio Madeira, em Rondônia, na manhã desta sexta-feira, 24. Uma menina de 14 anos também ficou ferida no acidente.

O motorista do ônibus contou à Polícia Rodoviária Federal (PRF) que seu sapato teria rasgado e se prendido no acelerador, fazendo com que o veículo atropelasse as vítimas. O veículo é da empresa Eucatur, que enviou uma equipe ao local para acompanhar o caso.

A empresa do ônibus envolvido no acidente se pronunciou através de nota e lamentou o ocorrido. “A Eucatur lamenta profundamente os transtornos decorrentes, segue apurando os fatos, prestando esclarecimentos e ações cabíveis”.

De acordo com a Eucatur, Lidiane viajava para Rio Branco acompanhada de familiares através de outra empresa de transporte, e durante o processo de saída da balsa, o ônibus acabou passando por cima da mulher.

Após o acidente, o corpo de Lidiane foi levado ao Instituto Médico Legal (IML). A adolescente foi socorrida e levada ao Hospital Regional de Extrema, mas devido a gravidade dos ferimentos, foi transferida ao pronto-socorro de Rio Branco (AC).

Segundo a polícia, a balsa que liga Rondônia ao Acre continuou operando normalmente depois do acidente.