O jovem William Cordeiro da Silva, 20 anos, foi preso, na manhã desta quarta-feira (22), acusado de matar o padrasto e tentar matar a própria mãe. Após a foto do rapaz circular nas redes sociais, ele foi reconhecido por populares e acabou sendo preso no centro de Rio Branco.

William já responde por primeiro homicídio, no qual de posse de uma faca matou a esposa na frente dos dois filhos da mulher, na madrugada do dia 28 de outubro do ano passado. O acusado foi preso no dia 6 de novembro, mas por conta da demora do Poder Judiciário, a preventiva do acusado expirou e ele foi liberado da Delegacia de Polícia Civil.

No segundo homicídio, que ocorreu na noite desta terça-feira (21), o acusado entrou na residência, pegou uma faca na cozinha e desferiu vários golpes contra o tórax do padrasto, Hudson Matias da Silva, no Bairro Novo Calafate. Hudson não resistiu e morreu no local.

Em seguida, William ainda tentou matar a própria mãe, mas não conseguiu, pois a lâmina da faca quebrou e restou somente o cabo do objeto. Os outros familiares então pegaram pedaços de madeira e tentaram atingir William, mas o jovem conseguiu fugir do local.

A PM realizou várias diligências na noite dessa terça-feira (21), a última informação que tiveram de William era que ele, após o crime, estaria nas proximidades da loja Havan, mas não tiveram êxito em prende-lo. Na manhã desta quarta-feira (22), William foi reconhecido por populares e acabou sendo preso nas proximidades da OCA.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao homicida, que foi conduzido para a Delegacia de Flagrantes (Defla), para que sejam tomadas as providências cabíveis.