Foto: AAP

O monitorado por tornozeleira eletrônica Felipe Ramon foi morto com 12 tiros, na madrugada desta sexta-feira (3), dentro da própria casa, na Rua Manoel Teixeira, na quadra 12 do Conjunto Habitacional Cidade do Povo, em Rio Branco.

Segundo informações de populares, Felipe Ramon estava dormindo com uma escopeta embaixo do travesseiro, quando 3 homens armados, membros da facção Comando Vermelho, arrombaram a porta e efetuaram 12 disparos que acertaram a cabeça, peito, costas e braço da vítima.

Ainda segundo os populares, um dos assassinos era integrante da mesma organização criminosa a que Felipe era membro, a facção “Bonde dos 13”. O autor do crime teria saído do B13 e entrado para o CV, e planejou executar o “ex-amigo”.

Após efetuarem o crime, os bandidos fugiram do local e os populares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas quando os socorristas chegaram, só puderam atestar a morte do jovem.

Policiais Militares do 2° batalhão também estiveram no local, colheram informações sobre os criminosos e fizeram buscas na região, mas eles não foram presos até o momento. A área foi isolada até a chegada da perícia criminal. O corpo foi levado ao IML para identificação e exames cadavéricos.

Os agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) colheram as informações e iniciaram as investigações do caso.