Apesar da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp) divulgar uma “redução significativa” de 38% nos roubos a veículos, e outros crimes contra o patrimônio, não é bem isso que a população observa no dia a dia nas ruas de Rio Branco.

Na madrugada desta terça-feira (24), véspera de Natal, quatro homens fortemente armados conseguiram quebrar o cadeado do portão de uma casa no Bairro Nova Estação, arrombaram a porta da frente e renderam a família de um trabalhador.

O proprietário da residência contou que durante a ação, ele e os familiares tiveram armas apontadas para suas cabeças e, sob muita ameaça de morte, tiveram que entregar todos os seus pertences pessoais, como dinheiro e joias, e também a chave de um carro que estava na garagem da casa.

Ao todo, os bandidos conseguiram levar um carro Fiat Strada de cor Cinza, placa PMV-5974, os objetos da família e vários eletrodomésticos. Antes de saírem do local, os criminosos ainda trancaram os moradores da casa dentro de um quarto e em seguida fugiram tomando rumo ignorado.

Após a ação, a Polícia Militar esteve no local, colheu informações e fez rondas na região na tentativa de prender os bandidos, mas nenhum suspeito foi encontrado. O caso será investigado pela Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões (DCORE).

Redução de roubos

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp) divulgou na manhã desta terça-feira (24) que houve uma redução de 38,27% nos roubos a veículos em Rio Branco, e que tiveram 100 casos registrados entre os dias 1 e 23 de dezembro.

No entanto, todos os dias pelo menos 10 a 15 pessoas pedem ajuda para divulgar as informações e imagens de carros ou motos roubados, na tentativa de localizar veículo.

Essa tal “redução” ainda não foi sentida pelos rio-branquenses, que clama por mais segurança pública e por justiça. As metas estabelecida pelas facções criminosas, que seria roubar veículos para trocar por drogas e armas na Bolívia, está sendo cumprida fielmente pelos bandidos.