Agentes da Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões (DCORE), da Polícia Civil, prenderam dois suspeitos de terem mantido uma equipe do Serviço de Atendimento de Urgência e Emergência (SAMU) refém durante um assalto, na madrugada de quarta-feira (4), no Bairro Canaã, em Rio Branco.

Após as investigações que iniciaram horas depois do ocorrido, os policiais rapidamente conseguiram identificar e prender o jovem Lourenço Ribeiro de Lima, 22 anos, e Josivan Silva da Cunha, 33, como suspeitos da ação criminosa praticada contra os socorristas. A dupla ainda devolveu os materiais que foram roubados da viatura. Também foi verificado que os dois já possuíam mandados de prisão em aberto.

Segundo o delegado Leonardo Santa Bárbara, titular da DCORE, o mandado contra Josivan Cunha foi expedido por ele ter se evadido do sistema de monitoramento eletrônico, e Lourenço por ter sido identificado em outros roubos.

“Estamos evidenciando a participação dos suspeitos nessa ação criminosa empregada contra os socorristas do SAMU. Sabemos que são dois indivíduos de alta periculosidade e pelo menos um deles já foi reconhecido em pelo menos três assaltos”, disse Santa Bárbara.

O Delegado Geral da Polícia Civil, José Henrique Maciel Ferreira, reafirmou o compromisso das forças de segurança que estarão realizando operações policiais na capital e no interior nos próximos meses.