William Cordeiro da Silva, 20 anos, foi preso na noite de quarta-feira (6) por agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Rio Branco. Ele é acusado de matar a própria esposa a facadas, dentro de um apartamento no Bairro Conquista. O crime aconteceu no dia 28 de outubro.

Segundo informações da polícia, a vítima, Maria José Silva dos Santos, de 23 anos, e o companheiro teriam começado uma discussão, e o homem, utilizando uma faca, desferiu vários golpes contra a mulher. Toda a ação foi realizada na frente dos dois filhos pequenos da vítima. Maria não resistiu aos ferimentos e morreu antes de ser socorrida.

De acordo com a DHPP, as investigações do caso iniciaram no mesmo dia em que o fato aconteceu. Um mandado de prisão havia sido expedido em desfavor de William, e foi cumprido quando os agentes da DHPP encontraram o homem em um hotel localizado no centro de Rio Branco.

Ainda foi constatado, durante as investigações, que o caso se trata de feminicídio, homicídio cometido contra mulheres que é motivado por violência domestica ou discriminação de gênero. As penas para este crime variam entre 12 a 30 anos de prisão.

Segundo a Polícia Civil, William está em custódia na Delegacia Especializada em Investigações Criminais (DIC). Ele está à disposição da justiça e aguarda pelo seu julgamento.