O governador Gladson Cameli exonerou 340 cargos em comissão na tarde desta quinta-feira (19). As demissões foram publicadas em uma edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE).

Diversas pessoas foram exoneradas de suas funções em diversas secretarias. Entre os demitidos estão familiares do governador e indicados por deputados estaduais.

As exonerações ocorrem após a derrota de Gladson na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), quando os deputados derrubaram os vetos feitos pelo governador na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020.

Cameli disse que busca com as exonerações realizar um equilíbrio fiscal e político da base. No entanto, os deputados acreditam que o ato seja uma retaliação.