A idosa Antônia Paiva de Oliveira, 64 anos, e uma garota de 2 anos, ficaram feridas após a casa que as mesmas moravam, desabou em cima das duas, na tarde deste Sábado (7), no Bairro Quixadá Amorim, no município de Capixaba.

Um forte vendaval destelhou várias casas, derrubou árvores nas ruas e encima das residências, danificou fachadas de lojas, portões, entre inúmeros danos matérias.

O vento provocou destruição em vários bairros. A casa de Antônia desabou sobre ela e sua neta. O quadro clínico das duas é estável, estão fora de perigo, mas seguem em observação no pronto-socorro de Rio Branco. Dona Antônia passará por uma cirurgia em uma das pernas que foi esmagada no desabamento de sua residência.

Uma repentina chuva seguida de um forte vendaval, que durou em torno de 40 minutos, foi o suficiente para assustar os moradores e causar prejuízos por toda a cidade. Foram registrados, nesse curto período, foram 15 milímetros de chuva e os ventos ultrapassaram os 100 KM por hora, com queda de granizo.

Outras dezenas de árvores foram derrubadas e até mesmo arrancadas nas ruas e avenidas da cidade.

Devido as várias ocorrências e pedido de socorro após o vendaval, o Major Falcão deslocou mais duas guarnições do Corpo de Bombeiros Militar de Rio Branco para ajudar no socorrer às vítimas.

Devido as quedas das árvores, que consequentemente levou a fiação dos postes, uma parte de Capixaba ficou com seu abastecimento de energia comprometida, sendo necessário uma empresa de emergia acionasse técnicos de Rio Branco para auxiliar as religações.

Equipes de Rio Branco da Unidades Móveis de Urgência do SAMU também foram acionadas para dar apoio nos atendimentos de pacientes se fosse preciso.

Segundo o prefeito de Capixaba, Joãozinho, a prefeitura está auxiliando na retirada das árvores no meio das ruas, dando alimentação aos desabrigados através da assistência municipal, disse ainda que vai buscar parceria com o Governo do Estado do Acre, para poder reconstruir as casas afetadas por essa catástrofe natural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here