O Sargento da Polícia Militar Revelino Pereira da Silva, de 49 anos, foi morto com cerca de três tiros na noite desta segunda-feira (2), na Avenida Diamantina Augusto de Macedo, no município de Plácido de Castro, interior do Acre. O autor do crime, Lucimar Arruda da Silva, 41 anos, ainda ficou ferido durante a ação.

Segundo informações da Polícia Militar, Revelino estava de folga e participando de uma bebedeira em um bar, juntamente com o assassino, quando houve um desentendimento entre os dois, gerando assim uma discussão e até ameaça de morte.

Lucimar foi em sua residência e pegou um facão para tentar ferir o policial, que reagiu no momento da ação, sacando uma arma de fogo e efetuando dois disparos que atingiram a barriga de agressor. Lucimar entrou em luta corporal com Revelino, e durante a briga o criminoso conseguiu tomar a arma do sargento, disparando cerca de 3 tiros contra o agente.

Populares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que esteve no local, mas quando os socorristas chegaram, só puderam constatar que Revelino já estava sem vida. Os paramédicos conseguiram ainda socorrer Lucimar, que foi levado ao hospital do município, mas como seu estado era gravíssimo, foi transferido para o pronto-socorro de Rio Branco.

Policiais militares estiveram no local do ocorrido e isolaram a área até a chegada da perícia técnica criminal da Polícia Civil. O corpo do sargento foi recolhido e levado à sede do Instituto Médico Legal (IML) na capital. O caso será investigado pela Polícia Civil.