Gean Souza Bezerra foi morto a tiros, e outras duas pessoas ficaram feridas, na noite desta sexta-feira (23), no Bairro Miritizal, em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre.

Segundo informações de populares, cerca de 15 homens invadiram o bairro fortemente armados em embarcações, eles se dirigiram para a praça e chegaram atirando em alguns jovens que estavam sentados tomando tereré, não dando chance de defesa ou reação por parte das vítimas. Além de Gean, ainda foi atingido pelos disparos Samuel da Silva Bezerra e uma criança, que foi baleada no pé.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, mas quando chegou no local constatou que a vítima já estava sem vida, podendo somente socorrer os outros dois baleados, que foram levados ao hospital do Juruá.

A Polícia Militar esteve no local e isolou a área para os trabalhos da perícia criminal. Os militares colheu informações do ocorrido e tentaram procurar pelos criminosos na região, mas os suspeitos não foram presos até o momento.

Os militares confirmaram que os ataques tiveram motivação da guerra entre facções no Juruá. Durante o ato, criminosos gritaram um bordão de uma facção. Segundo a PM, as vítimas não tem ligação com o crime organizado e são apenas jovens e crianças que estavam em seu momento de lazer na praça.

O corpo de Gean foi recolhido e levado à sede do Instituto Médico Legal (IML) de Cruzeiro do Sul. O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Cruzeiro do Sul.