Quatro pessoas foram presas com 15 kg de maconha e uma arma de uso restrito no Bujari, interior do Acre. A prisão dos envolvidos foi realizada pela Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), e a apresentação aconteceu na sexta (2).

Foram presos: Jamilso Ferreira de Almeida, 37 anos; Maria da Liberdade da Silva, 32; Luciano Lima da Silva, 24 anos e Edzangela Andrade de Almeida, 36. O quarteto foi flagrado em uma chácara, onde a droga estava enterrada dentro de um tonel plástico. Já a arma foi encontrada em um fundo falso no piso em um dos cômodos da casa de um dos acusados.

“Ações dessa envergadura é que reflete diretamente da diminuição dos indices da violência no Estado. O Governo do Acre, por meio do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), não tem medido esforços para combater a criminalidade. Parabéns aos policiais civis e toda a equipe da Denarc que trabalha diuturnamente em suas investigações”, comentou o delegado Henrique Maciel, da Polícia Civil.

O delegado Sérgio Lopes, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), foi quem acompanhou os agentes na operação. A autoridade policial explicou que a ação foi fruto de um cumprimento de Busca e Apreensão expedido pela Justiça do Acre, após meses de investigação. Os policiais receberam também informações sobre o local onde o entorpecente estava escondido, enterrado no terreno próximo a casa, na área rural.

“Foi realizado o cumprimento de mandado de busca e apreensão autorizado pela Justiça, mas no curso das investigações receberam informações sobre o local onde estava a droga. Encontramos a maconha enterrada dentro de um baldo no quintal, nos fundos da casa. Já na casa de um dos acusados foi encontrada, em um fundo falso no piso da casa, uma pistola Glock 9mm de uso restrito”, explicou Sérgio Lopes.

Outras prisões

Outras duas prisões deste mesmo tipo também aconteceram nesta semana. A primeira ocorreu na madrugada de segunda-feira (29), quando os investigadores apreenderam 20kg de maconha com Milena Iasnary de Queiroz de 18 anos. A jovem foi flagrada em um ônibus interestadual vindo de Porto Velho. A droga estava escondida em duas malas no bagageiro do coletivo.

Em depoimento a jovem disse que saiu de Cuiabá com a droga para entregar no Acre e para isso receberia R$ 2,5 mil pelo serviço de mula do tráfico.

Jovem presa (Foto: Divulgação)

O caminhoneiro Cícero Pereira Portela, 41 anos, mais conhecido como Ceará, foi preso na manhã de quarta-feira (31), ao ser flagrado com 173 kg de maconha prensada. A droga estava escondida na cabine e em compartimentos externos da carreta em que trabalhava.

Durante depoimento ele contou que saiu de São Paulo com uma carga de frios e hortifrúti e quando chegou em Porto Velho recebeu o carregamento do entorpecente que seria entregue na capital acreana. Em ambos os casos, a droga era de origem paraguaia.

Caminhoneiro preso (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil continua com as investigações para saber quem seria o recebedor do entorpecente.