A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apresentou na manhã desta sexta-feira (2) o acusado de matar o vendedor Ronilton da Silva Queiroz, e o músico do Senadinho, Raimundo Nonato da Conceição, em maio deste ano, em Rio Branco.

Segundo o delegado Martim Hassel, da DHPP, Adão Oliveira dos Santos, 30 anos, estava em regime semiaberto, mas havia parado de cumprir as medidas da justiça e foi considerado foragido. No entanto, após investigações, Oliveira foi acusado pelo homicídio do músico e do vendedor.

“Ontem (1°), recebemos informações de onde ele [Adão Oliveira] estava se escondendo. A equipe de investigação da DHPP foi até o local, fizeram o cerco policial e conseguiu efetuar essa prisão importante”, informou o delegado.

O delegado ainda disse que o foragido tem participação em vários delitos, como assaltos, na região dos Bairros Recanto dos Buritis e Santa Inês, e que ele já teria sido reconhecido por vítimas.

Ainda segundo Martim Hassel, o acusado nega a participação no homicídio do vendedor e do músico. “No entanto, as provas coletadas demonstram que ele e o comparsa agiram no intuito de matar o Ronildo. O Raimudinho estava no local errado e na hora errada, e foi atingido pelos disparos”.

O delegado informou que Adão ainda será ouvido e depois será encaminhado ao presídio.

*Colaborou Ithamar Souza, do Alerta Acre