“Tem muita coisa que precisa melhorar”. Com essa frase o governador do Acre, Gladson Cameli (PP), avaliou uma pesquisa encomendada por ele para avaliar os duzentos dias de seu governo.

O chefe do executivo falou da pesquisa durante evento no Palácio Rio Branco, nesta sexta feira (26) para lançar o site do Plano Plurianual, o PPA, que vai permitir ao cidadão comum opinar, sugerir e indicar onde o governo deve investir os recursos do orçamento pelos próximos três anos.

Mas o próprio governador deixou claro que gostaria de expor os números da pesquisa, que até então não era de conhecimento da imprensa.

“Ela foi muito bem claro que precisa fazer alguns ajustes e deixa mais claro ainda que se não fizer esses ajustes com certeza os índices irão mudar. Mas eu não tô aqui para que ninguém passe a mão na minha cabeça. E quem não caminhar com a política do governo e com as insatisfações ou sugestões que foram dadas, a porta é a serventia da casa”, avisou Gladson.

61,1% da população aprova o governo

A pesquisa foi realizada pela empresa Data Control, no período de 13 a 18 de julho e ouviu 1.308 pessoas nas cidades de Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Tarauacá, Feijó, Senador Guiomard, Brasiléia e Xapuri.

*O erro potencial é de 3,00% para mais ou menos

*De acordo com a pesquisa, 61,1% da população aprova a forma de governar de Gladson Cameli.

Em um dos trechos do relatório divulgado, a pesquisa afirma, sem citar percentuais, segurança,saúde e desemprego ainda são os principais problemas da população.

Em outro trecho, o estudo revela que somadas as opiniões bom, regular e ótimo, o presidente Bolsonaro está bem avaliado pela população acreana, novamente sem afirmar o percentual.

Situação semelhante se repete em outra afirmação: somadas as opiniões bom, regular e ótimo, a população aprova o governo de Gladson Cameli.

No último item, agora com percentuais, a pesquisa revela que 39,5% consideram que Gladson Cameli deve permanecer governando da mesma forma.