Foi deflagrada pela Polícia Federal, na manhã desta quarta (17), a Operação Troia, com o objetivo de desarticular a facção Comando Vermelho. Foram cumpridos 38 mandados de prisão e busca e apreensão.

Durante uma entrevista coletiva na manhã de hoje, foi divulgado que dois advogados, que atuavam como mensageiros e prestavam serviços à facção, foram presos. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

Segundo Fares Feghali, chefe da Delegacia de Repressão a Drogas, os advogados levavam mensagens do grupo criminoso para membros que estavam no Regime Disciplinar Diferenciado, o que possibilitava a comunicação entre criminosos soltos e presos.

As investigações foram conduzidas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE/AC), especializada no combate a Organizações Criminosas e foi fruto de parceria com o GAECO/AC, grupo especial do Ministério Público acreano.

Ainda de acordo com a PF, 150 policiais atuaram nas ruas para cumprir todos os mandados. Além disso, membros do Comando de Operações Táticas da PF (COT) foram enviados de Brasília para apoiar a operação no estado.