O empresário Raimundo Nonato Pessoa, de 55 anos, foi vítima de latrocínio na noite deste domingo (14), em uma propriedade rural na BR-317, em Brasileia, no interior do Acre. Criminosos armados invadiram o local e renderam o homem que estava com sua família.

Segundo a polícia, os assaltantes roubaram duas caminhonetes e R$ 10 mil em dinheiro em espécie. Eles ainda atiraram contra Nonato, que não resistiu e morreu. O corpo do homem foi recolhido e levado à sede do Instituto Médico Legal (IML), em Rio Branco, para os devidos procedimentos.

Ao Alerta Acre, a secretaria de Segurança Pública informou que após tomar conhecimento do crime, as Polícias Civil e Militar prenderam os criminosos no município de Brasileia, com a arma utilizada para matar Nonato.

Os acusados são Lucas Santos de Lima, Fernando (chefe de uma facção), Islomar e Tevez. No momento da prisão, um dos bandidos atirou contra a guarnição. Houve uma troca de tiros e o criminoso foi baleado na perna, e encaminhado ao hospital Raimundo Chaar.

As forças de segurança da Bolívia estão colaborando na ação para encontrar as caminhonetes roubadas pelos criminosos. A suspeita é de que os veículos já estejam no país de fronteira com o Acre.