O governador do Acre, Gladson Cameli (PP), concedeu entrevista à TV Aldeia na manhã de segunda-feira (8) para falar sobre os rumos do estado e voltou a denunciar complô dentro da gestão para que áreas prioritárias não caminhem.

Cameli frisou que há um complô para que as coisas deem errado não apenas na saúde, mas também em outras áreas prioritárias.

“Tudo indica que temos um complô e volto a falar nisso porque precisamos resolver”, diz.

Cameli afirmou que o grande problema da gestão é uma suposta guerra de egos entre secretários e assessores.

“Meu grande problema nao é a saúde, segurança ou infraestrutura, mas sim o ego das pessoas que trabalham no governo. É secretário querendo ser mais que governador, um tentando puxar o tapete do outro. Isso tem que acabar para que as coisas andem”, diz.