O vereador de Rio Branco pelo MDB, e líder do partido na Câmara Municipal, João Marcos Luz, subiu a tribuna nesta terça-feira (2) para exigir da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTRANS) uma fiscalização mais dura nas empresas concessionárias do transporte público coletivo. O emedebista enfatizou ainda que os diversos veículos com as placas de fora do estado do Acre indicam supostas irregularidades no sistema.

“Tive a oportunidade de ser gerente de uma empresa de transporte que operava em Rio Branco. Na época, a atitude que tomamos em respeito a cidade e aos cidadãos pagadores de impostos foi a de não aceitar, de forma alguma, ônibus com placa de fora de Rio Branco ou do Acre. Além destes ônibus nitidamente velhos estarem estragando a malha viária, não estão contribuindo com o pagamento de tributos. É muito dinheiro que a Prefeitura deixa de arrecadar”, enfatizou o vereador.

Luz lembrou também que esta é uma reclamação antiga dos vereadores da oposição. No entanto, a prefeitura segue sem exigir das empresas concessionárias que substituam as placas. Para o vereador, a fiscalização e cobrança da Casa Legislativa também deverá ser mais rigorosa devido a possibilidade da prefeitura adquirir ônibus velhos como se fossem novos.

“Já vi vereadores da oposição cobrarem constantemente em relação as placas de fora. Como a prefeitura ainda não tomou providência, acredito que isso seja um plano de fundo de outras irregularidades. Os ônibus são velhos, não são novos, vem para Rio Branco após quilômetros e quilômetros rodados. De fato esses coletivos não atendem com segurança e comodidade a população, que paga caro pelo serviço. As garagens não têm estrutura que ofereçam condições de realizar a manutenção preventiva e corretiva”, frisou.

João Marcos Luz aproveitou para cobrar da RBTRANS o novo projeto de funcionamento do sistema. “É importante que chegue nesta Casa Legislativa o plano prometido pela RBTRANS e que já foi solicitado há 90 dias pelos vereadores”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here