A história do jovem de 17 anos que passou 4 anos para comprar o primeiro celular e foi assaltado no canal do Igarapé Fundo, em Rio Branco, comoveu diversas pessoas da capital.

Um grupo de ajuda foi criado para comprar um celular novo para o rapaz. Porém, há um problema. As pessoas que querem ajudar o rapaz não sabem seu nome, onde mora e nem têm contato com a família.

A criadora do grupo, Crys Nascimento, disse que diversas pessoas querem ajudar o adolescente, mas precisam entrar em contato com ele para avisar sobre a boa ação.

“Fiz um grupo no Whatsapp e tem muita gente querendo ajudar ele. Queria saber onde ele mora e quem ele é. Só o que sabemos é que ele foi assaltado na região da Estação”, disse Nascimento.

Ela pede que caso o rapaz fique sabendo do grupo de ajuda, entre em contato pelo número (68) 99900-3796, para conversar sobre a ajuda que vai receber.

Diversas pessoas entraram no grupo com a intenção de ajudar com qualquer valor para ajudar o jovem a comprar um celular novo. Para fazer parte do grupo, clique AQUI.