Movimentos sociais participaram de protesto na capital (Foto: Reprodução)

A capital Rio Branco e a cidade de Cruzeiro do Sul tiveram nesta sexta-feira (14) protestos contra a reforma da previdência e o contingenciamento de verbas das universidades públicas. As manifestações também ocorrem em diversas cidades do Brasil.

Em Rio Branco, a estrada do Aeroporto foi fechada no inicio da manhã durante o protesto. Os manifestantes atearam fogo em pneus no meio da pista. O ato ocorreu em frente a uma garagem de ônibus e impediu a saída de coletivos do local. A estrada foi liberada às 7h.

Protesto na estrada do Aeroporto (Foto: Reprodução)

O portão principal da UFAC em Rio Branco foi fechado e impediu que veículos entrassem no campus da instituição. Os manifestantes liberaram a entrada em menos de uma hora após o início do protesto.

Portão da UFAC foi fechado (Foto: Reprodução)

No centro da capital, uma manifestação organizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) levou aproximadamente 100 pessoas às ruas para protestar contra a reforma da previdência. A concentração iniciou na praça do Palácio do governo e terminou na praça da Revolução.

A presidente da CUT e do Sindicado dos Trabalhadores de Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento, lamentou a ausência dos trabalhadores no ato. No carro de som usado no protesto, Nascimento contou que muitos professores decidiram estar trabalhando do que em ‘busca do seu direito’ de se aposentar.

Manifestantes no centro de Rio Branco (Foto: Reprodução)

Protesto no interior

Em Cruzeiro do Sul, estudantes da UFAC e do IFAC, junto com trabalhadores, professores e sindicalistas fizeram cartazes para a manifestação e percorreram as ruas da cidade em forma de protesto.

Manifestantes nas ruas de Cruzeiro do Sul (Foto: Reprodução)

Os atos na capital terminaram por volta das 12h. Em Cruzeiro do Sul, terminou às 9h. Os protestos foram menores que os do dia 15 de maio, quando foi realizada uma paralisação contra as mesmas pautas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here