Manifestantes fecharam a entrada principal da Universidade Federal do Acre (UFAC) durante um protesto contra a reforma da previdência e o contingenciamento de verbas, nesta sexta-feira (14), em Rio Branco. O portão já foi liberado e o fluxo de veículos segue normal no local.

O protesto é organizado por militantes e sindicalistas. Uma manifestação igual aconteceu também no mês passado, contra as mesma pautas. O movimento desta sexta que leva a frase “Agora é Greve Geral”, e acontece em todo o Brasil.

Protestos na capital

No início da manhã de hoje, manifestantes tinham bloqueado um trecho da BR-364, no Distrito Industrial, na capital, contra a reforma da previdência. O protesto foi realizado em frente a uma garagem de ônibus.

Os manifestantes atearam fogo em pneus, fazendo com que diversos coletivos não saíssem do local para compor o sistema de transporte urbano. Uma fila de veículos também esperava pela liberação da BR. A Polícia Militar esteve no local e a estrada foi liberada às 7h.

No centro da capital, às 8h, iniciou-se uma movimentação de sindicalistas contra a reforma da previdência. A Central Única dos Trabalhadores no Acre (CUT-AC) é uma das organizadoras do protesto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here