A vendedora Jacilene Farias de Lima, de 40 anos, teve morte cerebral no Pronto Socorro de Rio Branco, neste domingo (5). Ela havia sido baleada na cabeça enquanto trabalhava em uma festa na noite de sábado (4), na rodovia AC-40, na capital.

Dois homens em uma motocicleta atiraram contra Jacilene e a segurança Marcela Morais, de 36 anos, que também estava trabalhando no evento. A vendedora e a segurança foram socorridas pelo SAMU.

Jacilene tinha dado entrada no Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde grave. Ela trabalhava como recepcionista no Hospital das Clínicas, era divorciada, e tinha um filho.