O presidiário Airton Damasceno dos Santos, de 31 anos, foi morto na noite de quarta-feira (2), dentro da própria casa, no Bairro Nenê das Neves, em Sena Madureira.

De acordo com informações da polícia, três homens teriam invadido a residência e ferido o homem a tiros e golpes de terçado. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada do socorro médico.

Segundo os militares, Damasceno havia deixado o Presídio Evaristo de Moraes há poucas semanas, e passou a cumprir a pena em regime semiaberto.

Ele tinha sido condenado pela morte de um homem conhecido por Padeiro. O crime ocorreu no Bairro Ana Vieira, em Sena Madureira, e chocou a população, já que a vítima não era envolvida com o crime organizado.

Segundo a polícia, a família da vítima não reconheceu os acusados, pois estavam encapuzados, mas disse que são rapazes de estatura baixa. A polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas.