Eram 6h30 da manhã desta quarta-feira (1), Dia do Trabalhador, quando dois criminosos entraram em um ônibus, no Terminal Urbano de Rio Branco, e anunciaram um assalto durante a viagem.

O coletivo fazia a linha Cidade do Povo via Amadeo Barbosa, quando o motorista parou em um sinal vermelho na Avenida Ceará e os bandidos iniciaram a ação.

Segundo o motorista, um meliante estava com uma faca e o outro criminoso estava armado com uma escopeta. Os bandidos pediram os celulares de todos os passageiros do coletivo.

O meliante armado foi até o motorista, apontou a arma na cabeça do profissional e fez ameaças. “Um deles falou que ia espocar meu rosto se eu não desse meu celular. Mas como, se eu não tinha, pois já havia roubado em outro assalto?”, disse o motorista.

O outro bandido recolheu o dinheiro, objetos e celulares dos passageiros. Quando o sinal abriu e o ônibus chegou próximo da 4° Ponte, os meliantes mandaram o motorista parar e desceram do coletivo.

Os passageiros foram levados à Delegacia de Flagrantes (Defla) para registrar um Boletim de Ocorrência (B.O.). No entanto, o caso passará a ser investigado pela Delegacia de Combate a Roubos e Extorsão (DCORE).

Na delegacia, o motorista declarou à imprensa que, com a falta de segurança na cidade, está difícil trabalhar. “Praticamente todos nós ficamos amedrontados. Cadê a segurança? Não tem segurança, não tem”.