Um grupo de taxistas de Rio Branco se prepara para protestar contra a falta de cumprimento da lei que regulamenta o uso de transporte por aplicativos em Rio Branco. O local do protesto será em frente à Prefeitura de Rio Branco, às 9 horas de terça-feira (9).

Os taxistas irão cobrar da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans), vereadores e Ministério Público uma fiscalização mais rígida contra “motoristas clandestinos”. De acordo com um dos organizadores do movimento, os motoristas de táxi irão percorrer algumas ruas no centro de Rio Branco durante o protesto.

De acordo com Esperidião, presidente do Sindicato dos Taxistas do Acre, a categoria vem aguardando o cumprimento da lei municipal nº 2294, que regulamente o uso de transporte particular através de aplicativos em Rio Branco. Eles cobram que a prefeitura cumpra a lei aprovada pelos vereadores rio-branquenses.

“Estamos cobrando o cumprimento da lei que regulamente o uso de transporte por aplicativo. Não somos contra os motoristas de aplicativos, mas queremos que a RBTrans acabe com motoristas clandestinos em nossa cidade”, diz Esperidião.

Espiridião diz, ainda, que a manifestação terá como objetivo chamar a atenção da prefeita Socorro Neri no combate ao “transporte clandestino”.

“Os agentes alegam que à noite não tem como fiscalizar por causa dos riscos e falta de estrutura. Pediremos ao Comando Geral da PM um auxílio para que os agentes de trânsito trabalhem com segurança. E queremos dispertar a atenção da prefeita para que ela faça com que a operação de fiscalização ocorra para combater o transporte clandestino”, explica.

*com informações de Folha do Acre