Na manhã desta segunda-feira (8), os interessados em participar da seleção pública para preenchimento de 100 (cem) vagas do Curso Preparatório para o Enem/2019, compareceram à sede da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) para dar início ao processo de inscrição. O projeto faz parte de uma iniciativa organizada pela Escola do Legislativo do Acre, em parceria com graduandos da Universidade Federal do Acre (UFAC), com o objetivo de oferecer curso preparatório gratuito às pessoas de baixa renda que desejam prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O projeto que foi iniciado na legislatura passada, teve total apoio do presidente do Parlamento Acreano, deputado Nicolau Júnior (PP). “Resolvemos dar continuidade a esse projeto por entender a importância de preparar as pessoas mais carentes para cursar uma faculdade. Estamos falando de jovens que não têm condições nenhuma de pagar um cursinho preparatório. Saber que estamos ajudando de alguma forma é muito satisfatório. Penso que as pessoas precisam apenas de oportunidades e condições para alçarem voos mais altos”, frisou.

As inscrições que serão realizadas até às 18h do dia 9 de abril, estão sendo feitas de forma presencial no Edifício-Sede do Poder Legislativo, na Sala do Interlegis. Para se inscrever, é necessário que o interessado tenha renda familiar igual ou inferior a dois salários mínimos e que seja estudante da rede pública de ensino, ou que já tenha concluído o 3° ano do ensino médio em escolas da rede pública.

As aulas ocorrerão de segunda à sexta no período noturno na sede da Aleac, perfazendo uma carga horária total de 18 (dezoito horas) semanais, nas quais serão incluídas atividades extraclasses, podendo haver aulas aos sábados no período matutino (8h às 11h) e/ou vespertino (14h às 17h) de acordo com a necessidade de adequação das disciplinas ofertadas.

A divulgação do resultado preliminar dos candidatos será realizada no dIa 12 de abril, na página www.al.ac.leg.br e no mural da Assembleia Legislativa do Acre. O prazo final para interpor recurso do resultado preliminar será nos dias 12 e 15 de abril, das 8h às 18h, na Sala do Interlegis. Já a matricula será realizada no dia 17 de abril, das 8h às 18h, também no Interlegis. O candidato terá que comparecer na sede do Poder Legislativo, portando todos os documentos necessários para a matricula.

Elissandra Yanawa, da aldeia Yanawa, localizada às margens do Rio Gregório, em Cruzeiro do Sul, falou sobre sua expectativa em concorrer a uma das vagas do curso preparatório, que reserva 40% de suas vagas a negros e indígenas.

“Eu estou muito feliz com essa oportunidade. Estou me inscrevendo com objetivo de me preparar para uma faculdade. Minha família não tem condições de pagar um cursinho para mim e nenhum deles é formado. Nós indígenas temos pouca renda e essa oportunidade abre portas para a gente. Pretendo me formar, sonho em ser enfermeira e continuar na minha aldeia ajudando meu povo”, disse.

Rachel Farias, diretora da Escola do Legislativo, falou da importância do curso para as pessoas de baixa renda. Ela agradeceu ainda, o apoio do presidente Nicolau Júnior. “Esse projeto me emociona demais. Hoje, demos início ao primeiro dia de inscrição e desde cedo havia pessoas na fila. Já tivemos tantos resultados positivos e isso nos alegra. Muitos dos jovens que já passaram por aqui foram aprovados no Enem, isso é uma vitória para todos nós. Não poderia deixar de agradecer o presidente Nicolau Júnior por nos dar todo o suporte necessário para darmos continuidade a esse lindo projeto”, enfatizou.