O governo do estado do Acre informou, por meio de uma nota neste sábado (6), que a qualidade do asfalto utilizado pela Empresa Municipal de Urbanização (EMURB) em uma rua da capital é de má qualidade.

O vereador João Marcos (MDB) havia afirmado, na última semana, ter um laudo da Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac) que atestava a má qualidade do asfalto usado pela prefeitura de Rio Branco.

A nota foi lançada apos uma polêmica ser gerada sobre a existência ou não do laudo. O governo afirma que o documento é conclusivo e pode ser compreendido como uma análise oficial, pois indica diagnóstico da coleta realizada em determinada área do município.

O governo ainda destaca que a análise realizada trata-se de pontos específicos de uma rua e não representa todo o município de modo geral. O laudo foi realizado a partir do asfalto utilizado na Via Verde/Rua Grécia, Bairro Alameda.

Confira a nota:

O Governo do Estado do Acre, por meio da Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (FUNTAC), esclarece que o vídeo amplamente divulgado pela presidente da FUNTAC, Odicleia Câmara da Costa, informando que não há laudo conclusivo sobre a qualidade do asfalto utilizado pela Empresa Municipal de Urbanização (EMURB), na Via Verde/Rua Grécia, bairro Alameda, datado de 01 de março de 2019, contratado pela empresa M.S. M. Industrial, não pode ser entendido como se não houvesse qualquer estudo tecnológico da Capa de Revestimento Asfáltico – CAQ e da Camada de Base no Município de Rio Branco.

Esta fundação, diante de sua autonomia para realização de tais estudos, foi contratada para execução de um Relatório de Ensaios por parte da empresa, concluindo, através de análises técnicas a má qualidade indicada no documento oficial R.L. N° 3354.1 e R. L. 3354 a respeito da massa de concreto Asfáltico e do Estudo Tecnológico da Camada de Base, ambos desenvolvidos pelas equipes técnicas dos Laboratórios da FUNTAC (Laboratório de Asfalto e Laboratório de Solos).

O documento é conclusivo, e pode ser compreendido como uma análise oficial, pois indica diagnóstico da coleta realizada em determinada área do município de Rio Branco, no Acre, e portanto deve ser reconhecido como legítimo por parte de qualquer entidade ou pessoa pública.

Esclarecemos, ainda, que a análise realizada trata-se de pontos específicos de uma rua e não representa, portanto, o município de Rio Branco de maneira geral.

Por fim, a FUNTAC reafirma seu compromisso com a ciência e a tecnologia, permanecendo à disposição das autoridades e da sociedade civil para apoiar ações que representem a busca de melhorias para toda sociedade acreana.

FUNDAÇÃO DE TECNOLOGIA DO ACRE (FUNTAC)