Um homem identificado como Ebraim Bezerra da Silva, de 39 anos, foi morto a tiros na noite desta terça-feira (12) na Rua Severino Israel de Lima, no Conjunto Jequitibá, região do Calafate, em Rio Branco.

De acordo com o apurado pelo Alerta Acre, o homem estava dentro de casa quando criminosos encapuzados chegaram a pé no local, avistaram Ebraim, e começaram a efetuar disparos com uso de uma arma de fogo contra a vítima, dentro da residência. O homem ainda tentou correr para a rua, mas caiu ferido na via.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado pelos moradores, mas Ebraim não resistiu aos ferimentos e morreu antes de ser socorrido. O corpo foi removido e levado ao Instituto Médico Legal (IML), para os exames de cadavérico.

A Polícia Militar esteve no local e tentou colher informações sobre o ocorrido, mas alguns moradores não quiseram falar as caraterísticas dos envolvidos no crime por conta da “lei do silêncio”.

Segundo conhecidos, Ebraim era de uma facção, e havia saído do grupo criminoso fazendo um vídeo ao lado de um pastor. Ebraim estava frequentando cultos, mas decidiu sair de igreja e voltou a usar drogas e beber.

Ele estava morando no Loteamento Rosalinda, mas foi expulso do bairro, pois, seus atos foram descobertos pela antiga facção, e se mudou para a casa no Jequitibá, que era alugada e foi o local do ocorrido nesta terça. Ele também recebia ameaças.

Segundo os populares, o conjunto é comandado por uma facção rival a que Ebraim pertencia, mas não há informação se ele teria entrado para o grupo criminoso da área. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.