Dois homens foram presos e um adolescente de 16 anos apreendido durante a manhã deste sábado (9), suspeitos de envolvimento no assalto em uma papelaria que terminou com o proprietário baleado nesta sexta-feira (8), em Cruzeiro do Sul, interior do Acre. O menor foi reconhecido por testemunhas e é apontado com o suspeito de ter efetuado o disparo contra o comerciante.

O empresário José Nildo do Nascimento, foi atingido com um tiro no lado direito do peito ao reagir contra dois homens que invadiram sua loja na manhã desta sexta para praticar um assalto. Os bandidos chegaram a render os funcionários, mas, como a loja estava muito movimentada, eles decidiram sair levando apenas o cordão de um cliente.

O dono da loja, que estava do lado de fora, ao ser abordado, entrou em luta corporal com um dos bandidos. No momento em que estava agarrado com o assaltante, Nascimento foi atingido.

Logo após o crime, agentes da Polícia Civil e equipes da PM passaram a realizar buscas pela cidade e por meio de imagens das câmeras de monitoramento conseguiram identificar a dupla. Em menos de 24 horas de investigações, a polícia chegou ao grupo, que planejou o assalto e ao responsável pelo tiro que atingiu o empresário.

“Ainda estamos concluindo, mas trata-se de um menor, testemunhas reconheceram ele como sendo o autor do disparo contra a vítima. Junto com ele, conduzimos mais dois que, mesmo que indiretamente, estariam envolvidos. Na ocasião, foi apreendida também uma certa quantidade de entorpecentes e outros materiais que caracterizam tráfico”, disse o comandante da PM, major Evandro Bezerra.

A PM afirma que o grupo que planejou o assalto faz parte de uma facção que atua na segunda maior cidade do Acre. De acordo com o comando da PM, o outro homem que invadiu a loja para praticar o assalto pode ser preso a qualquer momento.

“As investigações dão conta de que essa outra pessoa que também foi ao local do crime para praticar o roubo já está identificada e é questão chegarmos até ele e realizarmos a prisão”, garante Bezerra.

A vítima da tentativa de latrocínio encontra-se em estado delicado na UTI do Hospital Regional do Juruá. O empresário foi submetido a uma cirurgia de emergência durante a tarde desta sexta que durou mais de 4 horas.

De acordo com a família, o projétil que acertou o peito atingiu o pulmão, baço, fígado e um rim de Nascimento. No procedimento, os médicos tiveram que retirar o rim afetado e o baço da vítima que está com um dreno no pulmão. Os familiares afirmam que os médicos informaram que o paciente não apresentou complicações nas últimas 24 horas, mas seu quadro clínico requer cuidados.

*com informações de G1 Acre