Uma comissão formada por mães e pais de adolescentes que apresentaram graves sequelas após tomaram a vacina HPV estiveram na manhã desta quinta-feira (28) na Assembleia Legislativa do Acre em busca de ajuda.

Os familiares das vítimas conversaram com deputados para que intercedam junto à Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) para que forneça médicos especialistas como cardiologistas e neurologista para atenderem as adolescentes que adoeceram após tomarem a dose da vacina.

A comissão foi recebida pelos deputados Jenilson Leite (PCdoB) e o presidente da Comissão de Saúde, José Bestene, que prometeram que intercediariam junto à Sesacre.

Munidas de cartazes, as mães afirmaram que necessitam de atenção do poder público para que amenizem o sofrimento de suas filhas.

“Temos mais de 70 casos notificados e as nossas filhas sofrem. Precisamos de atendimento”, diz Leila, mãe de uma adolescente de 16 anos que sofre por conta das consequências da vacina.

Mães e pais foram recebidos pelos deputados Jenilson Leite e José Bestene