Um agente de trânsito da RBTrans foi flagrado dentro de um ônibus de transporte coletivo da capital tirando fotos de veículos nas ruas para multar. A RBTrans negou a ação do agente.

A imagem circulou nas redes sociais com um áudio de um homem, não identificado, contando que o sobrinho havia registrado o agente de trânsito fazendo fotos de carros “mal estacionados” nas ruas. A ação foi duramente criticada em diversos grupos de WhatsApp.

Em postagem no Facebook, o assessor parlamentar Franck Vidal informou que havia protocolado um pedido de abertura de sindicância, para investigar a suposta prática de prevaricação do agente de trânsito.

Vidal ainda afirma que se a prática for confirmada após a investigação, o agente será punido nos rigores da lei. O assessor parlamentar finaliza dizendo os cidadãos de bem precisam lutar contra os abusos cometidos pela administração pública.

Após o caso repercutir, o superintendente da RBTrans, Nélio Anastácio, negou que o agente estivesse fotografando os veículos para multá-los. O superintendente disse que o funcionário estaria fazendo imagens para um acervo.

“Não tinha a finalidade de fiscalização. Nosso servidor, que não é agente de trânsito, estava fotografando, colhendo acervo para um dos nossos projetos sobre corredores de ônibus na capital”, diz Anastácio.