“Assim que soube da nomeação já a tornei sem efeito”. A afirmação é do governador do Acre, Gladson Cameli, a respeito da nomeação da enfermeira Tayle Maria Sena Dourado, esposa do ex-presidente da Emurb, Jakson Marinheiro, nomeada com uma CEC 4 para prestar serviço na Secretaria de Saúde do Acre.

O governador afirmou ainda que a indicação política seria do deputado estadual Marcos Cavalcante, mas que ao tomar conhecimento que trata-se da esposa de Marinheiro tornou o decreto sem efeito.

“Pode considerar como certo que ela não faz mais parte do governo. Tornei sem efeito”, diz.

Um pouco antes do pronunciamento de Cameli, o vice-governador, Wherles Rocha, que havia assinado o decreto, afirmou que o fez por tratar-se de uma indicação de cota política, mas sem saber de quem se tratava e que recomendaria que a nomeação fosse considerada nula.

Folha do Acre