O governo do Acre decretou situação de calamidade pública no serviço estadual de saúde. O anúncio foi feito através de uma publicação assinada pelo governador Gladson Cameli no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (15).

A declaração é decorrente da insuficiência de recursos humanos e da consequente insuficiência de atendimento à demanda e, com isso, a Secretaria de Estado da Saúde fica autorizada a adotar as medidas necessárias para a contratação de pessoal.

Os procedimentos administrativos devem ser agilizados e priorizados para o atendimento às áreas e às regiões mais prejudicadas. A Sesacre deve adotar as medidas administrativas legalmente possíveis e necessárias para que a normalização da prestação das ações e serviços de saúde estaduais.

Com a publicação, um processo seletivo para a contratação de profissionais na área de saúde poderá ser iniciado nos próximos dias por tempo determinado, para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público.