No início da noite deste domingo (10), a Polícia Militar fechou um bar e balneário conhecido como “Ouro Verde” localizado na Estrada do Quixadá, em Rio Branco. No local estava acontecendo uma festa regada a bebidas e drogas na presença de menores e ainda funcionava sem a devida legalização. O proprietário foi preso por desobediência.

Os militares foram informados da festa via Centro Integrado em Operações (Ciosp). As guarnições da Operação Saturação Total foram deslocadas e, ao chegarem no local, perceberam um ambiente lotado de menores de idade, ingerindo bebidas alcoólicas, se prostituindo e ainda fazendo uso de produto entorpecente.

Mediante o grande público que estava presente, cerca de 200 pessoas, também ao perceberem a inexistência de condições mínimas de segurança, além dos crimes de venda de bebidas alcoólicas e corrupção de menores, a Polícia solicitou ao proprietário que mostrasse os alvarás para funcionamento e constataram que o local funcionava sem a devida legalidade.

O homem demonstrou descaso com os policiais ao se negar a fechar o estabelecimento e foi preso juntamente com o organizador da festa, além de outros dois homens responsáveis por dois menores encontrados em visível estado de embriaguez. Todos foram encaminhados a prestar esclarecimento na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here