Em entrevista na tarde desta quinta-feira (17), a equipe econômica do governador do Acre, Gladson Cameli, explicou como funcionará o pagamento dos 50% restantes do décimo terceiro, deixado pelo ex-governador Tião Viana para a nova gestão pagar. Uma tabela foi criada e explicada durante a entrevista.

De acordo com a equipe econômica, a informação foi divulgada de forma equivocada. Os salários dos servidores não serão parcelados, mas sim, a dívida. O total é de R$ 70 milhões, mas o governo só pode pagar até R$ 7 milhões por mês.

A prioridade será pagar primeiro quem ganha menos. Um escalonamento foi feito para definir os valores e os meses em que o restante do décimo será pago. A tabela completa estará disponível no Portal da SGA para consulta dos servidores públicos.

Perguntados sobre a dívida com terceirizadas, segundo a equipe, o governador determinou que cada secretária fizesse um levantamento dos débitos que ainda têm com as empresas contratadas. O valor dos débitos podem chegar a R$ 100 milhões.

Confira uma prévia da tabela

  • Recebe até R$ 1000 – Pagamento de todo o valor em fevereiro;
  • Recebe de R$ 1000,01 até R$ 1750 – Pagamento de todo o valor até março;
  • De R$ 1750,01 até R$ 2100 – Pagamento de todo o valor em abril;
  • De R$ 2100,01 até R$ 2400 – Pagamento de todo o valor em maio;
  • De R$ 2400,01 até R$ 2650 – Pagamento de todo o valor em junho;
  • De R$ 2650,01 até R$ 3240 – Pagamento de todo o valor em julho;
  • De R$ 3240,01 até R$ 4300 – Pagamento de todo o valor em agosto;
  • De R$ 4300,01 até R$ 6100 – Pagamento de todo o valor em setembro;
  • Recebe a partir de R$ 6100,01 – Pagamento de todo o valor em outubro;

A dívida será quitada gradativamente mês a mês. Até maio de 2019, 70% dos servidores serão pagos e até outubro, 100% dos servidores já terão recebido o restante do 13º salário.