Os detentos do presídio Evaristo de Moares, no município de Sena Madureira, passaram a cantar o Hino Nacional diariamente na saída para o banho de sol, segundo informou o diretor da unidade, Valquer Oliveira.

Em um vídeo gravado pela direção da unidade, os presos aparecem com a mão sobre o peito enquanto cantam. No final do hino eles batem palmas.

O objetivo, segundo o diretor, é que os presos se sintam mais cidadãos. Além disso, Oliveira conta que durante conversa com os presos descobriam que muitos não sabiam o hino completo e uns foram ajudando os outros.

O pedido foi feito à direção informalmente pelo juiz da Comarca de Sena Madureira e repassado aos detentos, que aceitaram cantar o hino.

“O que queremos é imprimir o patriotismo neles. Tivemos a ideia de mostrar para a sociedade que eles também são cidadãos e podem sim ser patriotas. Sentimos que eles se sentiram mais cidadãos e tivemos com eles uma conversa sobre o sentimento de civilidade que é muito importante na ressocialização. Eles não são obrigados, não são coagidos. Houve uma conversa e eles aceitaram”, afirma.

O diretor do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC), Lucas Gomes, informou que a medida pode se estender para outras unidades prisionais.

“O objetivo é justamente imprimir um caráter cívico nos reeducandos da unidade. Estamos aguardando a manifestação da Justiça, mas se houver qualquer determinação vamos expandir para outras unidades, pois nosso dever é cumprir”, afirma.