O governador do Acre, Gladson Cameli, definiu que o pagamento dos 50% restantes do 13° salário dos servidores do estado, deixado pelo ex-governador Tião Viana, será pago em 10 parcelas. A primeira parcela será paga já em fevereiro.

Segundo Rogério Wenceslau, porta-voz do governador, a decisão de parcelar em muitas vezes foi tomada para não comprometer a execução do pagamento mensal do funcionalismo.

“Só foi decidido assim, em 10 vezes, para não inviabilizar a folha de pagamento do governo atual, nem o nosso 13º deste ano”, disse Wenceslau.

O porta-voz também falou que a decisão é uma precaução para que não seja repetido o erro da falta de planejamento, da gestão anterior.

Serão injetados nas contas dos servidores, aposentados e pensionistas cerca de R$ 54 milhões, que parcelado, significa o desembolso mensal de R$ 5,4 milhões mensais.