Depois de Gleici ganhar a edição de 2018, Vanderson Brito, 35 anos, estará participando do Big Brother Brasil de 2019. Brito é biólogo e educador indígena. Porém, ele é acusado pela própria ex-mulher de cometer agressão física contra ela.

Maíra Menezes, ex-mulher de Vanderson, fez uma publicação nesta quarta-feira (9), em seu perfil no Facebook, sem citar o nome do novo BBB, dizendo “Agressor de mulheres no BBB”, com emojis de aplausos.

Após a repercussão da postagem, Maíra publicou um texto com detalhes. “Imagina vc abrir seu celular cheio de mensagens das suas amigas perguntando como eu estava. O rosto do meu ex agressor estava por toda parte, por toda internet”, diz Maíra no texto publicado no Facebook.

Ela complementa: “Meu Deus, só eu sei o que eu vivi. Típico relacionamento abusivo que terminou com uma agressão. Eu terminei ainda amando mas sabia que ele ia me bater de novo. Na época, com 18/19 anos, não tive coragem de fazer denuncia.”

A agressão teria acontecido em 2012. Um usuário da rede social questionou o porquê de Maíra comentar o caso somente agora, depois de Vanderson ser selecionado para estar no BBB.

A ganhadora do BBB 18, Gleici Damasceno, também comentou o caso e publicou no seu perfil no Twitter: “Agressor de mulher não vai ter vez comigo.”

Além do caso da agressão, Vanderson foi acusado por outras pessoas de assédio a mulheres e maus-tratos. Após tanta repercussão, grupos já se mobilizam para boicotar Vanderson nas votações do Paredão.