Na manhã desta quinta-feira (3), Adriano Pereira, que matou a mãe adotiva, e a vizinha dela, no ramal Arco-Íris, em Rodrigues Alves, foi morto durante um confronto com a polícia na comunidade. Adriano ainda atirou contra a guarnição.

Adriano teria matado a mãe adotiva, Sebastiana Pimentel, de 52 anos, com um tiro no pescoço. O crime aconteceu quando Sebastiana pedia para que o filho deixasse o crime. Após matar a mãe, a vizinha dela também foi assassinada. Maria Alice de Araújo, de 50 anos, também foi morta com um tiro no pescoço. Os crimes aconteceram no dia 31 de dezembro e 1 de janeiro, respectivamente.

O homem estava sendo procurado desde o dia 31 pelos policias e foi encontrado pela guarnição na comunidade onde cometeu os crimes. Na manhã desta quinta-feira (3), a Polícia Militar tentou efetuar a prisão de Adriano, que não quis se entregar e efetuou um disparo que atingiu a perna de um policial. Os militares que estavam no local reagiram e efetuaram disparos contra Adriano, que foi a óbito.

Os crimes chocaram os moradores, que disseram que o suspeito ameaçava os populares da comunidade pretendendo fazer outras vítimas. Por conta disso, quase todas as famílias deixaram suas casas e foram para a cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here