Eleito em outubro de 2018 com mais de 57 milhões de votos, Jair Bolsonaro tomou posse como presidente da República nesta terça-feira (1º). Na ocasião, o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, também foi empossado.

Em seu discurso de posse no Congresso nacional, o presidente afirmou que irá trabalhar para aprovar as reformas estruturantes para ajudar na retomada da economia brasileira e que conta com o Congresso para fazê-lo.

“Vou lutar para aprovar reformas estruturantes essenciais para saúde financeira e sustentabilidade das contas públicas”, disse o 38º presidente do Brasil em seu discurso. “Na economia, traremos a marca do livre mercado e da eficiência. Montamos uma equipe técnica, sem o tradicional viés político.”

Em sua fala, Bolsonaro também disse que irá respeitar regras, contratos e propriedades e defendeu a abertura do país ao comércio internacional, novamente sem “viés ideológico”, e destacou que a agropecuária brasileira continuará a ter papel essencial neste tema, em harmonia com a preservação do meio ambiente.

O novo presidente ainda criticou gestões anteriores, dizendo que sua irresponsabilidade “nos conduziu à maior crise política e moral da história” e disse querer combater “práticas nefastas”. Ele ainda ressaltou que o pacto nacional entre os três poderes é essencial nesta tarefa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here